Skip to main content
Cursos CCR

Cristianismo – O Alvorecer de uma Nova Religiosidade

By setembro 22nd, 2021No Comments

Curso: Cristianismo – O Alvorecer de uma Nova Religiosidade

INSCREVA-SE!

Com uma recente bibliografia constituída por historiadores de vários matizes, Maria Cecília Mendia apresenta o ensinamento básico da religião cristã: o seu nascimento. O método histórico que será adotado no curso permitirá que todos possam entender e fazer sua própria reflexão. Aqui você encontra também moldes de antigas religiões que foram se formando ao longo do tempo num espaço geográfico específico. O curso trabalha a interconexão do pensamento sensível com o cognitivo, no plano pessoal e transpessoal. No intuito de proporcionar o autoconhecimento e sua relação com a religião cristã.

O que você vai aprender

AULA 1 – Onde se pode encontrar as ideias do culto do nazareno

A tarefa de introduzir o tema: O Alvorecer de uma nova religiosidade requer que o situemos no tempo histórico e no espaço geográfico. Assim, temos um longo caminho a percorrer, pois, seu início se perde no tempo. A formação de o pensamento jesuano foi sendo tecido no tempo ao longo de os séculos acompanhado por o que acontecia no espaço geográfico. Ambos história e geografia contribuíram para a formação de uma nova religiosidade. Vamos procurar as ideias que deram a sustentação para o culto dos primeiros cristãos. Sem esquecer a busca da “faísca que incendiou o espírito de seus seguidores e os impulsionou para iniciarem o culto do nazareno”.

 

AULA 2 – Onde a religião se localiza: Abordaremos a interconexão do pensamento sensível com o pensamento cognoscível. Para suscitar o mecanismo de nomear o que foi captado pelos sentidos, de interpretar com a emoção e de conhecer o mundo em que vivemos em sua complexidade. É o berço da criatividade de ideias filosóficas e religiosas, que suscitam uma tendência de despertar sentimentos de altruísmo ou autogratificação. As dimensões sensorial e cognitiva são unidas à dimensão transpessoal pela imaginação, que constata, nomeia e diferencia os arquétipos, os mitos. Ambos os modos de pensar: Mythos e Logos, são essenciais e complementares, cada um tem sua área de competência que será elucidada.

 

AULA 3 – A localização transpessoal da religião: Os âmbitos pessoais interconectados com âmbitos transpessoais estão ambos no englobante. Um âmbito transpessoal é o Arquivo Acásico que contém: a Consciência Cósmica com os registros de todos os acontecimentos passados e, os acontecimentos futuros como possibilidades. A transformação de acontecimentos probabilísticos em acontecimentos concretos é um processo interconectado com a participação humana. É um movimento constante de suscitar sugestões de níveis de consciência individuais direcionados para sua própria autoconsciência ou para o desejo de transcendência. No plano da consciência há o desejo de transcender níveis de consciência, impulsionado pela Energia Psíquica, o elemento propulsor da transcendência. Tem a função de direcionar pensamentos: da consciência pessoal, pensamentos criativos; lógicos; emocionais, até o grau de consciência transpessoal.

 

AULA 4 – O culto dos nazarenos: Inicialmente, temos que buscar a interconexão do novo culto com os argumentos guardados no Arquivo Acásico. Entre eles: está o que se refere à criação do mundo, lá encontramos a narrativa em uma de suas linguagens do antigo Egito que diz: “Knef, atributo de Amon-Rá, o deus superior, vomita um ovo do qual nasce Pta – o espírito ativo e sapiente”. A criação do mundo feita por um atributo do ser superior é um molde, para o antigo Egito e, para o antigo Israel. O molde pode dar origem à vários modelos: no Egito era o espírito ativo e sapiente. Em Israel era a Sabedoria. Para o ethos judeo-cristão o modelo da criação é, até hoje a Palavra, o Verbo, um atributo do Criador. Mas, se trata de um processo de interconexão entre o conteúdo retirado do Arquivo Acásico, com a aderência – de uma potencialidade inovadora que abriu espaço com seu dinamismo contínuo para acomodar as livres escolhas de seres humanos. No caso, de Jesus de Nazaré e de seus seguidores.

 

AULA 5 – Um novo pacto foi feito: No registro da antiga Tradição de Israel, no Arquivo Acásico, podia ser encontrado três pactos – os mais importantes pactos feitos pelo Deus dos hebreus:  Com Noé garantindo a sobrevivência da Criação; Com Abraão garantindo um território e uma descendência; Com Moisés garantindo a manutenção e proteção do povo israelita. Todos esses pactos foram feitos por iniciativa de Deus envolvendo um homem em especial – Noé, Abraão e Moisés. Em todos foi selado um compromisso de obediência com ameaça de castigo caso o pacto não fosse cumprido… Isso é o que a tradição do antigo Israel guarda no Arquivo Acásico. Mas, havia lá também eventos futuros como possibilidades. E foi o que aconteceu. O molde permaneceu. Ou seja, o pacto em si permaneceu. Mas certos elementos foram alterados.

Diante dessa configuração, o que temos de caracterizar é: a situação de crise e a solução proposta; e com que entusiasmo foi proposto a saída da crise.

 

AULA 6 – A crise e a solução proposta pelo legitimador do carisma: Para finalizar, o conceito basilar do amor ao próximo encontra atualmente uma revisão que alerta o seguinte: A fé em Jesus de Nazaré, quando se afasta do critério “sou se você é” provoca a desumanidade do crente. É o que foi vivido em certos períodos da História. Ao contrário, a prática da fé vivenciada por Jesus de Nazaré humaniza o crente. E nesse sentido, é secular, é da organização social, ainda que, seus argumentos tenham origem judeo cristã – mas esse ponto de vista o amor ao próximo – é universal, e não tem direito de propriedade de nenhuma religião. Harvey Spencer Lewis disse: “o amor constitui a ligação eterna, indestrutível do homem com Deus”. Hesíodo disse: “O amor é o arquiteto do universo”. “Amar se aprende amando” Carlos Drumond de Andrade. As virtudes mestras da fé cristã são: Amor (caritas)– Fé – Esperança da consumação do Reino de Deus na Terra.

Periodicidade

Aula 1 – 20 de outubro – ao vivo;

Aula 2 – 27 de outubro – gravada;

Aula 3 – 03 de novembro – gravada;

Aula 4 – 10 de novembro – gravada;

Aula 5 – 17 de novembro – gravada;

Aula 6 – 24 de novembro – ao vivo.

 

* As aulas 1 e 6 com transmissão ao vivo. Demais aulas gravadas. Tanto ao vivo, como as gravadas, serão disponibilizadas na plataforma do curso sempre as quartas-feiras, às 19h00, durante as semanas em que o curso estiver vigente

Investimento do Curso

Cursos
Estudantes Rosacruzes ativos R$ 180,00
Estudantes Rosacruzes inativos e público em geral R$ 240.00

*Os cursos podem ser parcelados em até 6 vezes sem juros

INSCREVA-SE!

Conheça sua Instrutora

Maria Cecília Mendia é Mestre em Ciência da Religião pela PUC SP e licenciada em História pela USP. É membro da AMORC desde 1976 e da TOM desde 1994, tendo sido mestre da Loja Rosacruz São Paulo em 1989, e monitora da região SP1 de 1990 a 1994. Foi pesquisadora da URCI-NSP de 2010 a 2012, tendo participado da equipe do projeto “Glossário de Termos e Conceitos da Tradição Rosacruz AMORC”. Desenvolveu a disciplina “A Constelação Cristã” no Curso de Esoterismo Ocidental em EAD da URCI, em 2019. É autora do livro O Caminho Espiritual para Orígenes de Alexandria, publicado por Novas Edições Acadêmicas, em 2015.

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com